Início >> Livros >> Noites brancas

Noites brancas

Livro
22
Avaliação: 
3.5
Média: 3.50 (8 votos)
Data do debate: 
quinta-feira, 9 de Novembro de 2017 - 19:00
Título original: 
Белые ночи (Bielye notchi)
Número de páginas: 
96
Ano da primeira publicação: 
1848

Durante uma das singulares "noites brancas" do verão de São Petersburgo, em que o sol praticamente não se põe, dois jovens se encontram numa ponte sobre o rio Nievá e dão início a uma história repleta de fantasia e lirismo.

Publicado em 1848, na contracorrente de sua época, que privilegiava o Realismo, este livro é, na obra de Dostoiévski, aquele que mais se aproxima da escola romântica. Não apenas pelo tipo do Sonhador, figura central da novela, mas também pela atmosfera delicada e fantasmagórica, que envolve a trama, o cenário e os protagonistas. Aqui, a própria cidade de São Petersburgo - com seus palácios e pontes, seus espaços monumentais - revela-se como personagem.

Não por acaso, Noites brancas atraiu a atenção de diretores de cinema como Luchino Visconti e Robert Bresson, que procuraram traduzir para a tela todo o encanto desta que se tornou uma das obras mais famosas de Dostoiévski - agora pela primeira vez no Brasil em tradução direta do russo.