Início >> Livros >> A resistência

A resistência

Livro
15
Avaliação: 
2.4
Média: 2.40 (10 votos)
Data do debate: 
quinta-feira, 6 de Abril de 2017 - 19:00
Número de páginas: 
144
Ano da primeira publicação: 
2015

“Meu irmão é adotado, mas não posso e não quero dizer que meu irmão é adotado”,

escreve, logo na primeira linha, Sebastián, narrador deste romance. Como em diversas obras que tematizam a Guerra Suja — o regime de terror inaugurado em 1976 na Argentina —, A resistência envereda pela memória pessoal e nacional.

Sebastién é o filho mais novo, e seu irmão adotado, o primogênito de um casal de psicanalistas argentinos que logo buscarão exílio no Brasil. Os pais conhecem bem as teorias sobre filhos adotados e biológicos (Winnicott, em especial), mas a vida é diferente da bibliografia especializada. Cabe então ao narrador o exame desse passado violento e a reescritura do enredo familiar. O resultado, uma prosa a um só tempo lírica e ensaística, lembra belos filmes platinos como O segredo dos seus olhos.